Thumbnail Image

Aumentar a produtividade da água para a agricultura sensível à nutrição e melhorar a segurança alimentar e nutricional









Also available in:

Related items

Showing items related by metadata.

  • Thumbnail Image
    Book (stand-alone)
    Manual sobre pequenas barragens de terra
    Guia para a localização, projecto e construção
    2011
    Also available in:

    Esta publicação tem como objectivo preencher uma lacuna de directrizes práticas para a construção de pequenas barragens de terra. Apresenta aos leitores um material de consulta, seguro e prático, para melhorar capacidades em localização e projecção de barragens em áreas rurais, para introduzir uma abordagem sensível às questões de género e dos beneficiários em geral e para reforçar a segurança e competência na construção. Uma das secções proporciona um guia sobre custos, preparação de concursos públicos e adjudicação de contratos. Este manual é principalmente dirigido a técnicos e outros com conhecimentos de engenharia e sistemas de irrigação básicos e processos para aplicação dos conceitos, técnicas e métodos propostos, usando procedimentos de projecto e de construção simples e fáceis.
  • No Thumbnail Available
    Book (stand-alone)
    Guia para Projetos Participativos de Nutrição 1997
    Also available in:
    No results found.

    Este guia foi eleborado pelo Serviço de Programas de Nutrição da Direção de Política Alimentar e Nutrição da FAO. A FAO conta com uma longa história e vasta experiência em projetos participativos de desenvolvimento. Para promover este enfoque foi iniciado, em 1980, o Programa de Participação Popular, pelo Serviço de Análise e Organização para o Desenvolvimento Rural. Outras unidades também desenharam projetos de desenvolvimento que levam em conta as necessidades e oportunidades identificadas pela população que os projetos pretendem beneficiar. Estas diversas experiências demostram a efetividade do desenvolvimento rural participativo levando, na Conferência da FAO (1991), à aprovação do Plano de Ação para a Participação Popular no Desenvolvimento Rural por parte dos países membros. O guia se baseia, em parte, nas experiências de campo do Instituto Nacional de Nutrição do México e de duas organizações não governamentais (ONGs): Partnership for Productivity Foundation (Fundação “Associação para a Produtividade”), no Quênia e “ International Institut for Rural Reconstruction” (Instituto Internacional para a Reconstrução Rural) nas Filipinas que, com o apoio da FAO, têm implementado projetos participativos de nutrição em diferentes comunidades. Também foram aproveitadas experiências de outros projetos apoiados pela FAO, tais como o Projeto de Participação Popular em Sri Lanka, no qual foram consideradas as conseqüências nutricionais de atividades orientadas para aumentar a renda dos camponeses; e o Projeto Campanha Mundial Contra a Fome, que apoia pequenos produtores e processadores de alimentos em Gana, com assistência técnica do Departamento de Pescas. Ademais vários profissionais da FAO contribuíram, com suas experiências, para a elaboração deste guia. A todos os acima mencionados desejamos manifestar nossos agradecimentos. Esta versão é a tradução da versão em espanhol, que resultou, por sua vez, de uma tradução do texto original em inglês. Considerando que o desenvolvimento deste guia é um processo continuo, serão aceitos, com muita satisfação, os comentários e sugestões das pessoas que trabalham no campo, em diversas partes do mundo.
  • Thumbnail Image
    Book (series)
    Avaliação final do projeto “Fortalecimento das capacidades dos produtores agrícolas para lidar com as mudanças climáticas para aumentar a segurança alimentar através da abordagem da Escola da Machamba do Camponês (EMC) em Moçambique”
    Código do projeto: GCP/MOZ/112/LDF - ID GEF: 5433
    2023
    Also available in:

    Moçambique é um país de baixa renda, com quase 70% da população a viver em zonas rurais. Os agricultores sofrem com a falta de acesso à tecnologia e a serviços técnicos qualificados. O país é também extremamente vulnerável aos fenómenos naturais cada vez mais prevalecentes, como os ciclones Dineo, Idai e Kenneth, que destruíram cultivos e infra-estruturas agrícolas entre 2017 e 2019. O país enfrenta desafios na implementação de instrumentos normativos para a integração de práticas de Adaptação às Mudanças Climáticas no sector agrícola. O Governo de Moçambique, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e o Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) uniram esforços para aumentar a capacidade dos sectores agrícola e pastoral de Moçambique para lidar com as mudanças climáticas. O projeto gerou resultados relevantes, incluindo a incorporação de acções específicas de Adaptação às Mudanças Climáticas nos planos estratégicos a nível ministerial e nos Planos Económicos e Sociais e Orçamentos dos Distritos (PESOD); a elaboração da Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC) de Moçambique; a criação de planos locais e comunitários de adaptação às mudanças climáticas; a instalação de 11 estações agro-meteorológicas e uma maior autonomia financeira para as mulheres beneficiárias. A avaliação recomendou que a FAO apoie o governo para garantir a integração da Adaptação às Mudanças Climáticas em documentos políticos chave e a integração das Escolas da Machamba do Camponês (EMC) em futuros programas de desenvolvimento rural, incluindo o novo Programa Sustenta, e que, em programas futuros, a FAO foque no desenvolvimento de cadeias de valor e na promoção de acesso dos agricultores aos mercados.

Users also downloaded

Showing related downloaded files

No results found.